Rescisão do Contrato de Trabalho

             O trabalhador comunicado de sua dispensa, deverá no primeiro momento exigir que a empresa proceda tal comunicação através de documento escrito, (aviso de dispensa). Algumas empresas têm adotado a condenável prática de dispensar o trabalhador de forma verbal, solicitando que aguarde em casa o comunicado para recebimento de suas verbas rescisórias, para depois decorrido o prazo de 30 dias, alegar o 'abandono de emprego'. Ao assinar tal documento, o trabalhador demitido deve prestar muita atenção nos dizeres contidos, pois se a empresa estiver demitindo o trabalhador sem qualquer motivo relevante, deverá constar "Dispensa Sem Justa Causa" ou "Término de Contrato de Experiência". Hoje em dia temos verificado que algumas empresas têm adotado a condenável prática de demitir seus trabalhadores 'por justa causa' com o evidente objetivo de não pagar o que lhe é de direito, especialmente a multa de 40% sobre o saldo em conta de FGTS. Sem qualquer justificativa para tanto. É interessante salientar que a empresa não poderá anotar na carteira profissional do trabalhador demitido os dizeres informando que este fora demitido 'por justa causa', ou ainda em caso de solicitações de referências por outra empresas, não poderá informar que seu ex-trabalhador fora demitido pelo motivo citado, sob pena de possível condenação a 'Danos Morais'.

             Portanto, você trabalhador que foi demitido, entre em contato conosco, faça uma consulta que nossos advogados especialistas em Rescisões de Contrato de Trabalho analisarão minunciosamente seu caso e o orientarão da melhor maneira possível, garantindo assim os seus direitos e evitando abusos.

             Não deixe seu direito ser lesado, procure imediatamente nossos advogados especialistas em rescisões trabalhistas que, por meio de uma ação na Justiça do Trabalho, defenderemos e restabeleceremos o seus direitos.